Por que a própria marca não cria seu conteúdo sozinha?

Criadores de Conteúdo Fev 24, 2021

Para alcançar um público com precisão e torná-lo um cliente, a marca precisa saber falar a língua dele. Saber como ele age, o que ele quer muito ver, ler e ouvir e, acima de tudo, o que ele não quer ver, ler ou ouvir de jeito nenhum. Para uma comunicação eficaz, é preciso encontrar uma maneira de conhecer e entender profundamente uma audiência.

Muitas vezes, a própria marca tenta se tornar essa força de conexão direta com o cliente, mas o sucesso nessa tarefa não é fácil…

Creators falam a língua do público

É complicado entender um público que se transforma e evolui diariamente, arranjando novas formas de expressão e novos pontos de atenção. Para uma marca, a tarefa de criar conteúdo que atinja seu objetivo de maneira orgânica exige um esforço muitas vezes caro e demorado, algo que acaba não sendo uma estratégia viável para campanhas mais pontuais, principalmente quando se trata da divulgação de um produto ou serviço específico em um período curto de tempo.

Por isso, a tarefa se facilita com criadores de conteúdo. Eles conseguem levar adiante a mensagem de uma estratégia de marketing sem ruídos na comunicação porque falam a língua da audiência. Eles vivem com a sua audiência. Já estão mais próximos dos clientes em potencial que a marca deseja alcançar, e conhecem bem as formas de abordar esse público com quem a marca deseja se comunicar.

Creators são um ótimo ouvido

Como as publicações de influenciadores são criadas, publicadas e promovidas por alguém cujo público já está ajustado ao que a marca procura para a sua clientela, fica até mais fácil compreender o quanto a campanha ou produto oferecido realmente apela àquele público ou não.

Além disso, também dá pra captar muitos insights bacanas através das perguntas e comentários recebidos no perfil do influenciador. São questões muitas vezes específicas e pessoais, que o público talvez não tivesse coragem ou intimidade o suficiente para enviar se fossem direcionadas ao perfil de uma marca. E quando essas questões são recebidas pelo criador, podem ser contextualizadas e usadas pela marca como material para o entendimento do público.

Creators (também) enviam métricas

Muitas vezes existe a ânsia da marca em produzir e publicar seu próprio conteúdo por medo de que, com outros criadores, não conseguirão mensurar o esforço e o resultado. Mas isso é besteira. Com criadores de conteúdo, a marca também consegue acesso a métricas fundamentais para calcular o rendimento do seu investimento. Com informações como os Analytics de um post no Instagram, por exemplo, é possível medir com precisão as estatísticas de público e, dessa forma, a marca consegue entender o quanto cada criador influenciou no sucesso da campanha.

Creators são íntimos

Talvez a principal vantagem dos criadores de conteúdo ainda seja aquela ligada à capacidade que eles têm de se tornarem amigos do público. Com essa proximidade, a mensagem é transmitida de maneira muito mais natural do que se fosse através de um veículo tradicional. As pessoas confiam muito mais quando é alguém com voz, rosto e personalidade que as está ajudando a tomar decisões (principalmente quando essa decisão envolve uma compra).

Com isso, dá pra entender que não é errado que uma marca crie seu próprio conteúdo, do seu jeito, para atrair e fidelizar clientes, mas é ainda melhor contar com a ajuda de um creator, que está mergulhado diariamente na cultura e linguagem do público-alvo desejado e que sabe gerar conteúdos de qualidade melhor que qualquer um.

Marcadores